terça-feira, 20 de novembro de 2012

Convidada Mais tu! - Na(-ta-ra-)tal por Inês Alves

Hoje no Mais tu! fiquem a conhecer tudo sobre a "mamã" dos novos carimbos Na(-ta-ra-)tal, a mais recente coleção de carimbos da Lembranças Soltas. Deixo-vos...

Inês Alves

Para me dar um pouquinho a conhecer, proponho uma retrospectiva dos últimos anos…

A minha formação nas artes começa há década e meia na área dos têxteis, com a confirmação da sensibilidade artística de desde sempre trazia em mim. Mais tarde, ao terminar a licenciatura em Arquitectura (e sem emprego), resolvi avançar com um Mestrado em Arte e Design para o Espaço Público, extremamente multidisciplinar, que me expandiu imenso os horizontes.
Hoje, sou doutoranda em Educação Artística na Faculdade de Belas Artes (Porto) e tenho andado a investigar os espaços comerciais como locais de domínio público, entendendo-os no seu potencial para o fomento de uma dimensão cultural e educativa.
A minha relação com o espaço Lembranças Soltas começa em Setembro, quando a Cláudia me coloca um desafio fascinante...!
... e os carimbos!

Num final de manhã ainda com aroma a Verão lá me encontrei com a Cláudia para ouvir o desafio que ela me queria propor.

A ideia seria avançar com uma linha de carimbos portuguesa, com expressões portuguesas e imagens e símbolos inteiramente portugueses. Faltavam poucos meses para o Natal e era portanto uma óptima ocasião para abordar essas mesmas temáticas.

Poucos dias depois, é materializada a Colecção de Carimbos NA[-ta-ra-]TAL (que faz alusão ao ‘có-có-ró-có’):

      

    
   
"Esta é uma colecção de carimbos que pretende relacionar a expressão plástica com a própria memória colectiva das raízes lusitanas.
Todo o conceito se desenvolve em torno da imagem do Galo de Barcelos e de outras formas peculiares da cultura portuguesa, complementando-as com expressões de cariz irónico ou excertos de poemas de autores lusos."

Confesso que para mim era todo um mundo novo e uma enorme uma lufada de ar fresco. Poder desenhar livremente, sem grandes condicionantes, foi excepcional.

Hoje, reconheço todo o processo, uma ideia e uma necessidade, que deu lugar a uma série formas planificadas e que se materializam em 4 conjuntos de carimbos de Natal.

Neles reconheço, em cada traço, um pouquinho de mim! E vocês podem vê-los aqui.

Inês Alves

2 comentários:

  1. Eia! Eia! Que boa notícia! Carimbos portugueses, frases portuguesas, feitos por portugueses!

    ResponderExcluir
  2. Bacana a idéia. Bacana e execução e muito muito bacana o resultado!!! :)

    ResponderExcluir